Relações com os conselhos económicos e sociais nacionais da União Europeia

This page is also available in

O CESE dirige uma rede de conselhos económicos e sociais (CES) nacionais, com a qual partilha uma missão e uma função: a colaboração de todos para ajudar a criar confiança entre os cidadãos e as autoridades públicas. Na maioria dos 27 Estados-Membros da UE, existe um conselho económico e social nacional que assegura a participação dos agentes económicos e sociais na tomada de decisões da esfera pública.

As reuniões anuais informais dos presidentes e secretários-gerais dos CES da UE e do CESE, que se tornaram o pilar principal desta cooperação estruturada a longo prazo, proporcionam o intercâmbio de pontos de vista sobre a composição, o funcionamento e os trabalhos em curso das respetivas instituições, estabelecendo boas práticas, bem como o debate sobre questões europeias de atualidade e temas abrangidos por todos os CES.

À luz da integração europeia em curso, da transformação tecnológica e da crescente globalização, tornou-se mais premente a necessidade de uma cooperação mais específica, centrada nas principais questões atuais de nível europeu. Hoje em dia, a reunião anual dos presidentes e secretários-gerais culmina geralmente numa declaração conjunta, que contém recomendações e propostas concretas sobre as políticas da UE, dirigida aos presidentes das instituições europeias.

Na prática, a cooperação concretiza-se no âmbito do Grupo do Semestre Europeu do CESE, em conferências e seminários conjuntos sobre questões de atualidade organizados regularmente e através do portal conjunto CESlink.

Embora a estrutura organizativa, a composição e os métodos de trabalho dos CES nacionais variem substancialmente, a sua cooperação com o CESE é uma forma muito eficaz de aproximar a «agenda de Bruxelas» dos cidadãos europeus e de associar melhor a sociedade civil ao processo de decisão da UE.