O Comité Económico e Social Europeu (CESE) apelou a uma série de medidas para assegurar que todas as partes são consultadas e beneficiam das propostas da Comissão Europeia constantes do Objetivo 55, que colocam a UE no bom caminho para reduzir em 55% as emissões de carbono até 2030.

«A consecução das metas revistas para 2030, conforme proposto no pacote Objetivo 55, afetará de forma desigual as regiões e as comunidades em toda a Europa. Por conseguinte, a conceção e o financiamento apropriados de mecanismos de solidariedade adequados são muito importantes, tendo em vista uma transição ecológica, competitiva e equitativa em termos sociais», afirmou Cillian Lohan, vice-presidente do CESE.

Pareceres do CESE e conclusões comuns

O CESE, nos seus pareceres (num total de 22 pareceres< style="color:blue">< class="underline">), apoia firmemente o pacote enquanto meio necessário para acelerar a transição energética e alcançar a neutralidade climática. No entanto, sublinha igualmente que as políticas têm de assegurar um bom equilíbrio entre equidade social, redução das emissões e competitividade.

Recomendações comuns do CESE:

  • Embora alguns setores sejam fortemente afetados pelas medidas propostas no pacote, a transição para uma indústria ecológica gerará oportunidades para outros setores. O objetivo tem de ser assegurar políticas equilibradas que apoiem as pessoas negativamente afetadas pela transição climática.
  • São necessários programas de melhoria de competências e de requalificação tanto para os empresários como para os trabalhadores a fim de garantir que possam aceder às mais recentes tecnologias disponíveis e adquirir competências digitais e no domínio da sustentabilidade.
  • A participação da sociedade civil é fundamental para a transparência, a responsabilização e a definição de uma política económica equilibrada em toda a UE, que concilie todos os interesses.
  • Os parceiros sociais e as organizações da sociedade civil pertinentes têm um papel importante a desempenhar e devem ser associados tanto na fase de planeamento como de aplicação do pacote Objetivo 55.

É fundamental não excluir ninguém da transição, o que significa que os cidadãos têm de estar no cerne da transição ecológica. (mr)