CESE destaca papel fundamental do comércio na promoção de uma retoma económica sustentável depois da crise de COVID-19

Na sua reunião plenária de julho, o Comité Económico e Social Europeu (CESE) adotou um parecer sobre o último relatório anual publicado pela Comissão Europeia sobre a aplicação dos acordos de comércio livre (ACL), que abrange 2018. O CESE destaca o papel fundamental do comércio «na promoção de uma retoma económica sustentável e na reconstituição e reorganização pelas empresas das suas cadeias de valor afetadas». Ao mesmo tempo, lamenta que o trabalho de acompanhamento continue, em grande medida, ausente do relatório sobre a aplicação.

No seu parecer, o CESE insta as instituições da UE a retirar ensinamentos importantes da situação atual, entre os quais se inclui a necessidade de tornar as cadeias de abastecimento mundiais mais resistentes, diversificadas e responsáveis e de desenvolver mecanismos mais fortes que «resultem numa estratégia comercial e de investimento sustentável em todas as suas dimensões». O CESE lamenta, em particular, que o trabalho dos grupos consultivos internos (GCI) no acompanhamento do impacto dos acordos sobre os compromissos em matéria de comércio e desenvolvimento sustentável esteja, em grande medida, ausente do relatório. O CESE apela a que os GCI sejam «reforçados para cumprirem com êxito as suas tarefas de monitorização» e manifesta a sua preocupação «dado que os capítulos sobre comércio e desenvolvimento sustentável não dispõem atualmente de instrumentos vinculativos de aplicação da legislação». (dgf)