Num parecer adotado em 23 de fevereiro, o CESE examinou a Comunicação da Comissão – Análise Anual do Crescimento Sustentável de 2023, instando a Comissão Europeia a investir na comunicação sobre os desafios que a UE enfrenta e destacando o que é preciso fazer para os ultrapassar. 

A Análise Anual do Crescimento Sustentável de 2023 apresenta as prioridades da política económica e de emprego da UE para os próximos 12 a 18 meses, com o objetivo de atenuar a curto prazo o impacto negativo dos choques energéticos, fomentando um crescimento sustentável e inclusivo e aumentando a resiliência económica e social da UE a médio prazo. 

No seu parecer, o CESE congratula-se com as prioridades estabelecidas em matéria de sustentabilidade competitiva e com a atenção dada ao reforço do diálogo social na UE. Além disso, sublinha a importância de uma comunicação eficaz, instando a Comissão a investir nesta área. A fim de melhorar o funcionamento do mercado único, o CESE apela para condições de trabalho justas, uma concorrência efetiva e uma melhor ponderação das preocupações da sociedade civil. O CESE incentiva igualmente os Estados-Membros a adotarem uma abordagem realista, moderada e equilibrada no combate à inflação. 

«É fundamental que os cidadãos possam ouvir um discurso comum, forte e fiável sobre os nossos desafios e a forma como a UE se mobilizou para os ultrapassar. Tal evitará incompreensões sobre o projeto europeu e reforçará a ideia de uma “Europa para todos”», afirmou o relator do CESE, Gonçalo Lobo Xavier. (tk)