Todos os meses, na nossa coluna «O convidado surpresa», convidamos os nossos leitores a descobrir uma personalidade cujo trabalho e empenho são uma fonte de inspiração para os outros e cuja coragem, força de caráter e determinação são um exemplo.

A ativista e jornalista bielorrussa Hanna Liubakova é a convidada deste mês do CESE Info. Hanna Liubakova clama com firmeza que a oposição na Bielorrússia precisa agora, mais do que nunca, do apoio da Europa e apela à União Europeia e aos outros doadores para que apoiem as ações da oposição, em especial os jornalistas e as ONG que se batem pela liberdade e pela democracia.

Implora que não ignorem o seu apelo, especialmente quando pede ajuda para se instaurar uma cultura da oposição e do debate assente no respeito e para reforçar o processo de transformação.

Hanna Liubakova é uma jornalista bielorrussa e colaboradora não residente no Conselho do Atlântico, que trabalha como formadora e mentora no domínio do jornalismo. Iniciou a sua carreira no único canal de televisão independente bielorrusso, o Belsat, onde trabalhou na qualidade de correspondente e apresentadora de televisão. Fez reportagens a partir de vários países e regiões, designadamente a Bélgica, o Reino Unido, a Polónia, a França e a Chechénia. Foi bolseira do programa de Jornalismo Václav Havel na Radio Free Europe/Radio Liberty na República Checa e do World Press Institute nos EUA. Hanna Liubakova diplomou-se em História da Arte na Universidade Jaguelónica de Cracóvia, Polónia, em 2010, e obteve um mestrado, com distinção, em Jornalismo Internacional na Universidade Brunel de Londres, em 2017. Recebeu o Prémio Peter Caws pela melhor dissertação de pós-graduação. (ehp)