Desde 24 de fevereiro de 2022, a Ucrânia enfrenta a invasão da Rússia. À ajuda militar e financeira que chega de todo o mundo, somam-se os esforços da sociedade civil da Ucrânia e de toda a Europa, que trabalham em conjunto para ajudar as pessoas em dificuldades. Neste episódio de «A perspetiva dos cidadãos», convidámos alguns dos seus representantes a contar as suas histórias.

Elena Calistru, membro do Comité Económico e Social Europeu, explica-nos de que formas, e com que motivações, os cidadãos romenos ajudam os ucranianos em fuga a encontrar alojamento e comida. Fala-nos também sobre o papel do CESE que, ao mobilizar a sua rede, consegue ativar rapidamente mecanismos para apoiar as pessoas mais vulneráveis.

Marta Barandiy, fundadora da ONG Promote Ukraine, sediada em Kiev e em Bruxelas, dá-nos uma perspetiva ucraniana da situação. Conta-nos como o seu trabalho mudou quando a guerra eclodiu, realça o papel fundamental da sociedade civil, e insiste que os ucranianos nunca baixarão os braços perante o invasor.

Por último, Bartosz Wieliński, chefe adjunto de redação do jornal Gazeta Wyborcza, fala-nos dos efeitos da guerra na Polónia e descreve a nova abordagem dos polacos em relação ao fenómeno dos refugiados, explicando, por exemplo, como o sistema escolar acolhe e ajuda os jovens ucranianos. (tk)