Comité Económico e Social Europeu (CESE)

353 membros de 28 Estados-Membros (nomeados para um mandato renovável de cinco anos) - Mandato atual: 2010-2015

  • BE Bélgica 12
  • BG Bulgária 12
  • CZ República Checa 12
  • DK Dinamarca 9
  • DE Alemanha 24
  • EE Estónia 7
  • IE Irlanda 9
  • EL Grécia 12
  • ES Espanha 21
  • FR França 24
  • HR Croácia 9
  • IT Itália 24
  • CY Chipre 6
  • LV Letónia 7
  • LT Lituânia 9
  • LU Luxemburgo 6
  • HU Hungria 12
  • MT Malta 5
  • NL Países Baixos 12
  • AT Áustria 12
  • PL Polónia 21
  • PT Portugal 12
  • RO Roménia 15
  • SI Eslovénia 7
  • SK Eslováquia 9
  • FI Finlândia 9
  • SE Suécia 12
  • UK Reino Unido 24
Bem-vindo ao sítio Web do Comité Económico e Social Europeu! O nosso objetivo é informar as organizações, as instituições, os meios de comunicação e o público em geral sobre a função e as atividades do CESE.

O CESE é um órgão consultivo da União Europeia. Fundado em 1957, dá a conhecer os seus pontos de vista avalizados às principais instituições da UE (Comissão Europeia, Conselho da União Europeia, Parlamento Europeu). Fá-lo emitindo «pareceres» sobre as propostas legislativas da União Europeia, mas também elabora outros pareceres, esses de sua própria iniciativa, sobre assuntos que julga deverem ser tratados. Uma das principais funções do Comité é ser «ponte» entre as instituições da UE e a «sociedade civil organizada». O CESE promove a democracia participativa e ajuda a reforçar o papel das organizações da sociedade civil através do estabelecimento de um «diálogo estruturado» com essas organizações nos Estados-Membros e noutros países do mundo.

Os membros do Comité representam uma grande variedade de interesses económicos, sociais e culturais nos respetivos países. Para os trabalhos do Comité, dividem-se em três grupos: «Empregadores», «Trabalhadores» e «Interesses Diversos» (isto é, agricultores, consumidores, ambientalistas, famílias, organizações não governamentais, etc.). É assim que os membros do CESE criam a ponte entre a UE e as organizações da sociedade civil nos Estados-Membros.

No sítio Web, pode consultar todos os pareceres do CESE publicados desde janeiro de 1990. Encontrará igualmente informação sobre os membros do Comité e os seus métodos de trabalho, sobre as reuniões e as audições organizadas pelo Comité e sobre o Secretariado do CESE. O sítio também inclui secções específicas com informação para os meios de comunicação e com as oportunidades de participação oferecidas ao público em geral.

Após esta página inicial em português, o sítio só está disponível em inglês (EN) e em francês (FR). Contudo, todos os documentos oficiais do CESE podem ser consultados em todas as línguas oficiais da UE. Esta página apresenta uma seleção de ligações rápidas a conteúdos disponíveis em português e aos conteúdos mais populares do nosso sítio em inglês ou em francês. Também está disponível informação sobre temas da atualidade em inglês e em francês.

Atualidade

27th Meeting of the ACP-EU Economic and Social Interest Groups

Brussels, Belgium
-

The Cotonou Agreement gives mandate to the EESC to keep a dialogue with ACP economic and social interest groups. Within this framework, every three years the EESC organises a general meeting in Brussels bringing together representatives from all ACP countries. This is the most important EESC activity in relation to ACP countries.

 

The 27th Meeting of ACP-EU Economic and Social Interest Groups will take place from 29 to 31 October 2014 at the EESC headquarters, located at 99 rue Belliardstraat, 1040 Brussels, Belgium.

 

The main topics on the agenda will be the trade relations between the ACP countries and the EU, the sustainable development goals and the post-2015 agenda, as well as the role of the private sector in development cooperation.

 

The EESC maintains longstanding relations with ACP countries. The Cotonou Agreement on relations between African, Caribbean and Pacific (ACP) and European Union (EU) countries mandates the EESC to promote dialogue between economic and social players in EU and ACP countries.

 

Against this backdrop, the 27th meeting will bring together some 160 participants – including representatives of economic and social partners from the 78 ACP countries – in order to gather their views on the above-mentioned topics. Representatives of Economic and Social Councils of ACP and European countries, representatives of EU and ACP institutions, international socio-professional organizations (employers, trade unions, farmers, consumers) and NGOs will also be invited. The conclusions of the meeting will be sent to political bodies and the main EU and ACP partners.

 

Stop