Vizinhos europeus do Leste

This page is also available in

As atividades do CESE relativas aos vizinhos europeus de Leste envolvem a Arménia, o Azerbaijão, a Bielorrússia, a Geórgia, a Moldávia e a Ucrânia. O principal objetivo do CESE em relação aos vizinhos europeus de Leste é reforçar as relações com as organizações da sociedade civil na região e envolvê-las num diálogo com os responsáveis políticos, quer a nível nacional, quer a nível da sociedade civil organizada da UE.

Os principais mecanismos de cooperação com a Geórgia, a Moldávia e a Ucrânia são as plataformas da sociedade civil, que complementam os órgãos políticos existentes no âmbito dos acordos de associação da UE com estes países. As plataformas permitem às organizações da sociedade civil da UE e do país parceiro monitorizar o processo de implementação e formular recomendações às autoridades competentes.

Do lado da UE, as plataformas são compostas por membros do CESE e por representantes das grandes redes europeias da sociedade civil. Do lado do país parceiro, as plataformas representam um vasto leque de organizações da sociedade civil. A sua composição tem por base uma representação equilibrada de todos os grupos de interesse (empregadores, sindicatos e grupos de interesses diversos).

No CESE, o Comité de Acompanhamento para os Vizinhos Europeus do Leste foi criado em 2004, como órgão responsável pelas relações com a sociedade civil nos países da vizinhança oriental. O Comité de Acompanhamento reúne-se habitualmente quatro vezes por ano e os seus membros participam ativamente nas atividades da Parceria Oriental, tais como as plataformas multilaterais da Parceria Oriental e o Fórum da Sociedade Civil da Parceria Oriental.

Displaying 1 - 3 of 3
20/02/2017
Reference number: 
6/2017

Georgia has the best track record in freedom of media among the Eastern Partnership countries, but nevertheless sustained efforts are called for in order to raise the standard of journalistic quality, objectivity and ethics, as well as secure their independence and sources of financing. This was one of the main messages of the EU-Georgia Civil Society Platform (CSP)'s second meeting held on 16th February at the EESC. The Platform also made recommendations for the Georgian government to ...

17/06/2016
Reference number: 
44/2016

The 1st and inaugural meeting of the EU-Georgia Civil Society Platform (CSP) was held on 16th June 2016 in Tbilisi and was co-chaired by Andrzej Adamczyk, member of the EESC, and Kakha Gogolashvili, chairman of the Georgian National Platform at the Eastern Partnership Civil Society Forum. The participants in the first CSP meeting adopted a joint declaration, assessing the state of play of the EU-Georgia Association Agreement's implementation and acknowledging the considerable progress achieved by Georgia since the beginning of the Association process. Nevertheless, they called ...