Declaração do Grupo dos Trabalhadores sobre a criminalização da solidariedade

pelo Grupo dos Trabalhadores do CESE

Perante a situação humanitária desesperada no Mediterrâneo, caracterizada pela falta de respeito pelos princípios e valores da UE, e o agravamento desta situação nas últimas semanas, o Grupo dos Trabalhadores declara que:

  • a solidariedade NÃO é nem nunca será crime
  • salvar vidas é uma obrigação humana por excelência, tanto em termos morais como em termos de direito internacional
  • a ação humanitária e a atividade altruísta da sociedade civil nunca devem ser criminalizadas
  • a imigração não deve ser utilizada como instrumento político.

O Grupo dos Trabalhadores reitera o seu pleno apoio e solidariedade para com todas as organizações, homens e mulheres empenhados em salvar vidas. (prp)