CESE apela a uma PAC que contribua para assegurar a renovação geracional

A cooperação e a parceria entre a UE, os governos nacionais e a sociedade civil serão fundamentais para promover a renovação geracional da população agrícola.

«A renovação geracional é um problema que vai muito além da diminuição da idade média dos agricultores da UE. É essencialmente uma questão de repensar toda a estratégia, de forma a atrair os jovens para a profissão de agricultor, revitalizando assim o mundo rural», sublinhou Piroska Kállay, relatora do parecer do CESE sobre a matéria, que foi adotado na reunião plenária do CESE, em outubro.

«É necessária uma maior coerência entre as medidas da PAC e os quadros jurídicos nacionais e as políticas fiscais, a fim de facilitar a transferência das explorações», afirmou o correlator John Bryan.

As maiores preocupações dos jovens agricultores europeus são o rendimento das explorações agrícolas, a burocracia, a concorrência desleal, o financiamento, o acesso à terra, o acesso a metodologias de transferência de conhecimentos práticos, a falta de serviços básicos, como a Internet de banda larga, e o isolamento social. A prossecução bem-sucedida da renovação geracional é um dos desafios mais importantes dos nossos dias, constituindo igualmente uma oportunidade.

Por conseguinte, é extremamente importante abordar todas estas questões no orçamento da PAC para 2021-2027, a fim de cumprir os requisitos de financiamento que permitem um apoio significativo. Neste sentido, o CESE propõe que uma dotação mínima de 2% do orçamento da PAC (primeiro e segundo pilares) se destine a apoiar os jovens agricultores. (mr)