You are here

«Em Defesa da Diversidade»

pelo Grupo Diversidade Europa do CESE

Visitei Auschwitz-Birkenau várias vezes, e em todas fiquei impressionado com o horror e a desumanidade que os seres humanos podem infligir aos seus semelhantes. Mas há também outros sentimentos que mudam em cada visita. Talvez fosse de prever – e, na verdade, de esperar – que a visita da Presidência alargada do CESE aos campos de concentração, em 12 de junho, nos fizesse refletir, não só sobre o passado, mas também muito sobre o presente e o futuro.

Atualmente, a Europa vê-se ameaçada pela presença populista e nacionalista. Basta pensar nas recentes eleições na Hungria, em Itália, na Áustria, na Alemanha e na Eslovénia. Nos Estados-Membros da UE, o voto populista aumentou, passando de uma média de 8,5% em 2000 para mais de 24% no seu pico atual. Não há dúvida de que, para contrariar esta tendência crescente, é necessário destacar a UE e os seus valores. Porém, a UE ao nível institucional não tem todas as respostas. A sociedade civil organizada e os cidadãos europeus também devem intensificar a sua ação, estabelecendo contactos e dialogando com os que se sentem atraídos pelo extremismo, ajudando, assim, a reequilibrar os nossos sistemas políticos e sociedades.

No Grupo Diversidade Europa, levamos muito a sério este papel. É nossa responsabilidade, e, através dos conhecimentos especializados e da criatividade do nosso Grupo, continuaremos a contribuir para uma Europa sustentável e pacífica, equilibrando o progresso socioeconómico com a redução da pobreza e o respeito pelo ambiente. Serão os nossos agricultores, ambientalistas, PME, profissionais liberais, consumidores, organizações que representam as pessoas com deficiência e as pessoas idosas, etc., que «falarão» com os cidadãos europeus e em nome destes. Fá-lo-ão através do trabalho quotidiano no Comité, mas também contribuindo ativamente para o projeto de roteiro do CESE «From Krakόw to Sibiu and beyond» [«De Cracóvia a Sibiu e mais além»], que pretende definir a visão da sociedade civil da Europa de amanhã. Sem esquecer a conferência do nosso Grupo, em outubro, na Áustria, sobre o tema «Podem o progresso económico e a estabilidade social curar o euroceticismo?» Acima de tudo, a Europa representa o respeito mútuo e a defesa da diversidade. Uma diversidade que começa no nosso próprio Grupo – o Grupo Diversidade Europa.

Arno Metzler

Presidente do Grupo Diversidade Europa (Grupo III)