You are here

Luis Planas, secretário-geral do CESE, foi nomeado ministro do Governo espanhol de Pedro Sanchez.

No passado dia 6 de junho, Luis Planas foi convidado pelo presidente Pedro Sanchez a integrar o Governo espanhol, na qualidade de ministro da Agricultura, Pescas e Alimentação. Com uma experiência de 35 anos em assuntos europeus, Luis Planas é uma das figuras emblemáticas da história das instituições da União Europeia, tendo sido diplomata, alto funcionário da Comissão, deputado ao Parlamento Europeu e defensor de uma União Europeia forte, unida e solidária. Para este apoiante do projeto europeu, «não há alternativa à UE».

Secretário-geral do Comité Económico e Social Europeu desde 20 de janeiro de 2014, Luis Planas sublinhou sempre a importância do CESE, que representa, na sua opinião, «o "rosto humano" da Europa e um espaço único que serve de ponte entre a sociedade civil e as instituições europeias».

Luca Jahier, presidente do CESE, afirmou a seu respeito: «Europeísta convicto, Luis Planas continuará a construir uma Europa atenta às aspirações dos seus cidadãos. Foi uma honra trabalhar com ele e não tenho dúvidas de que o seu conhecimento de como funciona a Europa será útil para a Espanha no âmbito da União Europeia».

Isabel Caño Aguilar, vice-presidente do CESE responsável pela Comunicação, está convicta de que, após ter exercido a função de secretário-geral do CESE, Luis Planas trará valor acrescentado ao projeto europeu, uma vez que conhece bem a importância da sociedade civil organizada e a cultura de diálogo na Europa atual.

Luis Planas é originário de Valência, Espanha. Este europeísta convicto contribuiu ativamente para a adesão de Espanha à União Europeia, fazendo parte da equipa de negociação. Membro do Congresso dos Deputados espanhol, foi porta-voz para os assuntos europeus e relator para a ratificação do Tratado de adesão de Espanha à União Europeia. De 1986 a 1993, sempre empenhado nas questões europeias, Luis Planas foi eleito deputado ao Parlamento Europeu, onde foi membro da Comissão dos Assuntos Externos e da Comissão dos Assuntos Institucionais.

Em seguida, foi chefe do gabinete do vice-presidente da Comissão Europeia, Manuel Marín e, posteriormente, do comissário Pedro Solbes. Em 2004, foi nomeado embaixador de Espanha em Marrocos e, em 2010, embaixador e representante permanente de Espanha junto da União Europeia.

Em 2012, foi nomeado ministro regional da Agricultura, Pescas e Ambiente da Andaluzia. Em 2014, Luis Planas assumiu o cargo de secretário-geral do CESE. É também um humanista, profundo conhecedor de literatura, poesia e música. (eh)