A Jordânia é parceiro essencial para a estabilidade dos países vizinhos da UE

Nos dias 26 e 27 de março, uma delegação do Comité Económico e Social Europeu reuniu-se em Amã com representantes da sociedade civil local e funcionários do Governo jordano. Os debates durante a visita incidiram sobre as dificuldades que este país enfrenta devido à falta de estabilidade na região. A delegação do CESE reconheceu a necessidade de apoio internacional e de medidas detalhadas, tendo em conta que, nos últimos anos, a Jordânia desenvolveu uma abordagem global para lidar com o afluxo maciço de refugiados, na sua maioria em fuga da guerra na Síria.

Nos seus vários encontros, os membros do CESE mostraram-se esperançados numa nomeação a breve trecho dos membros do Conselho Económico e Social (CES) jordano, a fim de constituir uma instância representativa composta por empregadores, sindicatos e representantes da sociedade civil. A delegação do CESE sublinhou a importância do papel do CES da Jordânia e da consulta da sociedade civil organizada no processo político, com vista a encontrar soluções inclusivas e sustentáveis para os problemas que o país enfrenta. (sg)