Sociedade civil europeia premeia campeões do verdadeiro empreendedorismo e do emprego de qualidade

O projeto alemão «Entdeckende Hände» [Mãos que descobrem], que treina mulheres invisuais ou portadoras de deficiências visuais a utilizarem o seu sentido tátil aprimorado para melhorar a deteção precoce do cancro da mama, recebeu 14 000 euros de prémio. Cada uma das outras quatro iniciativas, da Grécia, Bélgica, Itália e Espanha, receberam 9 000 euros. A iniciativa REvive Greece ajuda refugiados, requerentes de asilo e migrantes a integrarem-se nos países de acolhimento através de cursos de programação informática e do estabelecimento de contactos com jovens empresários europeus. DUO for a JOB é um programa belga de tutoria intergeracional e intercultural que oferece um serviço gratuito e personalizado, de seis meses de duração, a jovens migrantes à procura de emprego, prestado por pessoas com mais de 50 anos de idade com experiência profissional num domínio semelhante ao seu. A iniciativa italiana Progetto Quid, da Cooperativa Sociale Quid, é uma cooperativa de moda ética que ajuda à inserção no mercado de trabalho de pessoas socialmente vulneráveis e desfavorecidas, tais como requerentes de asilo e vítimas de escravatura, prostituição e violência doméstica. O projeto espanhol Lavandería ID, do Instituto de Robótica para la Dependencia (IRD), tem por objetivo criar emprego para pessoas portadoras de deficiência num serviço de lavandaria cuja conceção foi tecnologicamente adaptada às suas necessidades.

«É um grande prazer e privilégio poder entregar este prémio aos vencedores. Aproveito esta oportunidade para os felicitar e também para prestar a devida homenagem a todas as pessoas e organizações da sociedade civil cujo árduo trabalho e empenho em melhorar a vida das pessoas são um exemplo para todos», afirmou o presidente do CESE, Georges Dassis.

As cinco iniciativas vencedoras mostram o que está a ser feito por numerosas ONG em toda a Europa para ajudar algumas das pessoas mais vulneráveis e desfavorecidas a entrarem no mercado de trabalho.  

O Prémio CESE para a Sociedade Civil, que completa agora a sua nona edição, distingue a «excelência em iniciativas da sociedade civil».